ACIDENTE DE TRABALHO

Conforme dispõe o artigo 19 da Lei nº 8.213/91, “acidente de trabalho é o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa ou pelo exercício do trabalho dos segurados, provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte ou a perda ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho”.    QUANDO O EMPREGADO TEM DIREITO À ESTABILIDADE? Para […]

VIGILANTES QUE PERMANECEM COM A RESPONSABILIDADE DE ABRIR E FECHAR AGÊNCIAS E RESPONSÁVEIS PELO ALARME 24 HORAS E FINAL DE SEMANA

Companheiros de diversas empresas estão responsáveis e ficando à disposição 24 horas e finais de semana, sem poder se ausentar da cidade, ganhando somente por disparo de alarmes, isto está errado! O sindicato está mapeando estas empresas, porque estes profissionais da segurança privada tem que ter um diferencial no salário, uma vez que estão à […]

LICENÇA MATERNIDADE

  Art. 392 da CLT A empregada gestante tem direito a licença maternidade de 120 (cento e vinte dias), sem prejuízo do emprego e do salário. Obs: Aprovada no Senado, proposta que dá direito às empregadas de empresas privadas ficarem afastadas do trabalhado por 180 dias será votada na Câmara.  A proposta aumenta em dois meses […]

DIREITO DOS TRABALHADORES

  O empregado poderá deixar de comparecer ao serviço sem prejuízo do salário: Art. 473 da CLT I – até 2 (dois) dias consecutivos, em caso de falecimento do cônjuge, ascendente, descendente, irmão ou pessoa que, declarada em sua Carteira de Trabalho e Previdência Social, viva sob sua dependência econômica; II – até 3 (três) […]

DESEMPREGO

O desemprego no país foi de 12,9%, em média, no trimestre encerrado em abril, de acordo com dados do IBGE. O índice subiu em relação ao trimestre anterior (12,2%), mas caiu na comparação com o mesmo trimestre do ano passado (13,6%). Segundo o IBGE, o número de desempregados no Brasil nos três primeiros meses de […]

MUDANÇAS NA REFORMA TRABALHISTA: TRABALHADOR PODE NÃO PRECISAR PAGAR HONORÁRIOS EM CASO DE DERROTA

A Comissão do Tribunal Superior do Trabalho decidiu que os trabalhadores que ingressaram com ação antes da nova reforma trabalhista não arquem com as despesas de honorários e custas processuais em caso de derrota. Anterior à esta nova reforma os trabalhadores que alegassem não ter condições financeiras obtinham a justiça gratuita. A proposta foi apresentada […]