DENÚNCIA EMBRASIL

No dia 26/09/2018 publicamos em nosso site e em nossa página do Facebook a matéria abaixo, a respeito de uma denúncia feita ao nosso sindicato de que os vigilantes da empresa Embrasil Segurança estariam sendo pressionados a assinar um Termo de Quitação Anual de Débitos Trabalhistas. Após comunicarmos a Federação dos Vigilantes – Fetravispp, a mesma convocou reunião com a empresa Embrasil e, após consenso, a mesma garantiu não haver mais esse tipo de documento.

Companheiros e companheiras denunciem ao seu sindicato para que juntos possamos solucionar os problemas que prejudicam o bom andamento do seu trabalho!

ATENÇÃO COMPANHEIROS!
Referente:  Lei 13.467/2017, texto esse inserido na CLT, em seu artigo 507-B.
Denúncia do Sindicato dos Vigilantes de Ponta Grossa e Região, alertando todos os Sindicatos do Paraná e nossa Federação, sobre o caso abaixo:
Aqui em Ponta Grossa e região, o Supervisor da Embrasil está fazendo a maior pressão nos vigilantes, para que os mesmos assinem em seus  postos de serviço, o Termo de Quitação Anual de Débitos Trabalhistas.
O telefone não para de tocar no Sindicato e mesmo os vigilantes sendo orientados para que não assinem, a maior parte acabam assinando pela pressão que estão sofrendo, e quem sabe até sendo ameaçados.
Vamos tentar frear isso em tempo,  para que não cause pânico na categoria, que estão vindo pedir socorro no Sindicato. Já assegurei aos companheiros que na reforma está previsto: NA PRESENÇA DO SINDICATO E COM ASSISTÊNCIA DE HOMOLOGAÇÃO DO SINDICATO.
Nós temos a decisão no Paraná de não homologar para ninguém, pois vamos preservar os direitos de todos.
O Supervisor da empresa pede para os vigilantes atualizarem a ficha cadastral da empresa, e depois que preenchem vem a segunda folha que é o Termo de Quitação de Débitos Trabalhistas, e pede para que todos assinem.

Veja o que orienta o Sr. João Soares Presidente da Federação.

Cuidado companheiros e companheiras isto pode acontecer com outras empresas!

Orientação de Jose Nilson Ribeiro – Presidente do Sindicato dos Vigilantes de Ponta Grossa e Região.

Comments